Oscar 2013 – Indomável Sonhadora (Beasts of the Southern Wild)

oscar-2013-poster-indomavel-sonhadoraIndicações:
Melhor Filme
Melhor Diretor (Benh Zeitlin)
Melhor Atriz (Quvenzhané Wallis)
Melhor Roteiro Adaptado

A história é sobre uma menina que vive com seu pai em Bathtub, uma área de extrema pobreza que fica totalmente submersa após uma tempestade. Só que não. O filme não é sobre esses dois personagens.

Não gostaria de dizer, tampouco, que se trata de uma representação do que aconteceu nas áreas ribeirinhas do estado de Lousiana, muito afetadas pela passagem do furacão Katrina em 2005. Está certo que o roteiro é baseado e inspirado nessa realidade, mas o longa vai muito além.

“Indomável Sonhadora”
, cujo título em português poderia ser um pouco melhor, é sobre, como sugere o nome original, animais selvagens. E nesse sentido, o longa é brutal em mostrar com tanta naturalidade a animalização do ser humano. É este o verdadeiro argumento da história.

A selva em que vivem os personagens é constituída pela miséria, pela destruição e pela sujeira. É uma pequena ilha, separada do mundo por uma barragem, e fica totalmente submersa após a passagem de uma tempestade. Mas os animais não abandonam seu habitat tão natural. Eles lutam como pássaros que tentam se proteger da chuva, como tigres que nadam para não afundar na água. A sugestão dessa animalização é tão grande que, numa cena em que Hushpuppy, a protagonista, come um caranguejo, ela passa por uma espécie de iniciação ao estado animal, enquanto todos gritam “Beast it! Beast it! Beast it!”.

Hushpuppy. Esta aí a grande beleza do filme, o fio condutor de tudo. A personagem sublimemente interpretada por Quvenzhané Wallis, de apenas 9 anos, é também a narradora do longa, que mistura a sua história com a de animais rupestres que dominavam os homens na pré-história. Por isso, talvez, o filme tenha ganhado o nome de “Indomável Sonhadora” no Brasil. Mas, particularmente, acredito que Hushpuppy não seja uma sonhadora. Nenhum deles é, pois vivem praticamente guiados por seus instintos. Como animais.

Indicações
As indicações são justas, mas é difícil o longa levar alguma, principalmente quando se tem na jogada um filme como “Lincoln”. Quvenzhané Wallis faz um trabalho assustadoramente bom, mas… mas… confira o trailer abaixo e tenha um bom filme!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s