O que os gringos sabem sobre o Brasil?

Que eles pensam que a gente fala espanhol, que nossa capital federal é o Rio de Janeiro ou Buenos Aires, que as pessoas só assistem futebol e sambam o dia inteiro, isso nós já sabemos. Aliás, eu tive o desgosto de presenciar esta cena:

– No Brasil tem shopping?

– Claro… o Brasil é um país enorme…

– Ah… eu achava que o Brasil era uma cidade do Chile.

Pois é.

Pooooooooooois é.

Mas enfim. Vamos falar deste vídeos que dois brasileiros residentes no Canadá, Andressa Barbosa Gomes e Ramon Vieira, produziram para um projeto da Universidade Brock, na província de Ontario, para descobrir o que os estudantes de lá sabem sobre o nosso país.

O resultado é impressionante. Nas imagens, muitas pessoas aparecem falando que a língua falada no Brasil é o espanhol. As capitais mais respondidas são São Paulo e Rio de Janeiro. Um chegou a sugerir Montevidéu, capital do Uruguai, e outro, Argentina, que nem cidade é. Por outro lado, muitos acertam as respostas e falam sobre a beleza das mulheres brasileiras e sobre o futebol. Há um garoto, inclusive, que aparece aos 2 minutos e 44 segundos, que deve saber muito mais sobre o Brasil do que muitas pessoas que nasceram aqui. (Bombou na Web)

Agora… IMAGINA NA COPA. Na realidade, imagine depois da Copa. Espero que algumas dessas informações duvidosas a respeito do nosso Brasil (como o fato de sermos uma pequena cidade da América do Sul) se desfaçam.

(PS: Não dá pra culpar quem acha que falamos espanhol né? Afinal, todos os nossos vizinhos falam. E quem é que acreditaria que o minúsculo Portugal colonizara esse território gigantesco? Além disso, quem nos ouve conversando não consegue ligar o português brasileiro ao português de Portugal. É mais uma mistura de espanhol com italiano e um quê de mistério.)

Mas e você, o que você sabe sobre o Canadá? 😉

Contribuições do post: Lê Scalia

Anúncios

5 comentários sobre “O que os gringos sabem sobre o Brasil?

  1. Legal o texto, Lu. 🙂
    Apenas a respeito da língua, na verdade o português do Brasil foi o que conservou-se. O português brasileiro de hoje é muito próximo ao português de Portugal da época de Camões (século 16) do que o português de Portugal de hoje. Foi o português de Portugal que modificou-se e misturou-se, sobretudo ao francês. Ou seja, o português de Portugal hoje é um português afrancesado, enquanto o português brasileiro é o mais “arcaico”, mais próximo ao original dos tempos da colonização. 🙂

    Ah, tb detesto esses esteriótipos sobre nosso país, mas tive uma grata surpresa no tempo que morei em Portugal. Olha o que eu escrevi no blog que fazia à época, sobre isso:
    “O Brasil sempre foi conhecido no exterior por seus famosos estereótipos: futebol, carnaval, música, mulheres… Algo está mudando. Os estereótipos ainda existem, claro, não se rompe com isso da noite para o dia. Mas é algo emocionante ver que o Brasil está sendo visto como algo a mais. Não foi uma, nem duas pessoas com quem este narrador conversava e seu interlocutor lhe indagou sobre o senhor Lula da Silva. Não fui eu quem puxou o assunto, pois se o fosse seria indução, mas meu interlocutor, sabendo que sou brasileiro, que puxou a conversa não para o futebol ou o jogador X ou Y, mas sobre Lula e o “partido trabalhista” (aqui se associa o PT aos trabalhistas).” (http://viajares.wordpress.com/2011/03/31/lula-da-silva/)

    Tomara que esses esteriótipos mudem mais, e mais rápido, né?! 🙂

  2. Achei bem interessante , mas podemos ver que falta um pouco de geografia geral
    básica por parte deles, aparentemente. Como localização, capital ou mesmo idioma.
    Mas vídeo interessante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s