Oscar 2011: O Vencedor (The Fighter)

Indicações:
Melhor Filme
Melhor Diretor – David O. Russell
Melhor Ator Coadjuvante – Christian Bale
Melhor Atriz Coadjuvante – Amy Adams
Melhor Atriz Coadjuvante – Melissa Leo
Melhor Montagem
Melhor Roteiro Original

O VENCEDOR (The Fighter) é a história real de um lutador de boxe, Micky Ward, vivido por Mark Wahlberg que, compreensivamente, não está disputando o Oscar de Melhor Ator.

Mas o engraçado mesmo é que, até mais ou menos metade do filme, o protagonista não é o lutador Micky, mas seu irmão problemático Dicky Eklund, interpretado impecavelmente por Christian Bale, o mesmo que fez aquele Batman esquisito.

Dicky é um ex-lutador, um viciado em cocaína, e também o treinador do irmão. Sua história é uma história de fracasso e o personagem ocupa muito espaço no longa, o que certamente foi agravado pelo fato de Bale roubar todas as cenas em que aparece.

E talvez por isso, a história não consegue se aprofundar da maneira que (pelo menos) eu esperava. Apesar de transmitir com realismo e verossimilhança a vida dos personagens, o longa peca pela confusão de atenção entre Micky e Dicky. E, embora o foco da história seja mesmo a relação entre os dois, a execução acabou por ficar desequilibrada e rasa. Minha opinião. Sobre a indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Original, meu palpite é não, ainda mais quando se concorre com o A ORIGEM e O DISCURSO DO REI.

Atriz Coadjuvante

Amy Adams e Melissa Leo estão na disputa pelo Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, ambas por O VENCEDOR. Adams interpreta a namorada (e atual esposa) de Micky Ward, Charlene. Sim, ela está realmente muito bem, principalmente porque nunca a vimos num papel não-fofo. Mas a minha dúvida é: sério? será que foi tão difícil essa personagem?

Quanto à Melissa Leo… ela merece toda a nossa atenção. Não por sua ótima atuação como a mãe controladora e insensível do boxeador, mas por um fato digno de vergonha alheia que ela cometeu há poucos dias.

Bem, se você é um ator ou uma atriz indicado(a) ao Oscar, você pode (e até deve, dizem), fazer uma pequena campanha para se promover e tentar ganhar alguns votos da Academia. Mas esse “marketing pessoal” tem limites. Um lobby pra cá, um jantarinho pra lá… isso é até aceitável, mas, ãhn… pagar um anúncio de revista é um pouco demais, né? Tão demais que a atriz pode perder muitos votos por causa disso. E o que é pior: ela era favorita! Sorte de Hailee Steinfeld, a “garotinha” de Bravura Indômita.

Ator Coadjuvante

Seu verdadeiro adversário aqui é Geoffrey Rush (O DISCURSO DO REI). Meu palpite vai para o australiano, afinal, O DISCURSO DO REI está chegando como favorito em várias categorias.

Melhor Filme

Não é pra tanto! Esse é mais um filme da categoria “não estaria concorrendo ao Oscar de Melhor Filme se não tivessem que indicar 10 filmes!”.

Trailer:

Anúncios

Um comentário sobre “Oscar 2011: O Vencedor (The Fighter)

  1. Acho que estaria concorrendo mesmo se fossem 5. E para mim, o “Lutador” do título é o personagem do Bale, não o Wahlberg. Provavelmente a intenção não tenha sido essa, até porque ele foi indicado a coadjuvante, mas dentro da história isso é inegável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s