Especial Cuba: Como funciona uma economia socialista?

Virei caçador de promoções aéreas. Graças a isso, fui parar em um país que não esperava conhecer este ano: Cuba. Fiquei sete dias no país de Fidel Castro e seu socialismo. Resultado: conversas bizarras com nativos, choque cultural e muito para escrever.

Como funciona Cuba e o socialismo
Seria o Capitólio a vontade cubana materializada de ser América?

Tentando entender Cuba: Como funciona uma economia socialista?

– Qual é a média salarial aqui em Cuba?
– Mais ou menos U$ 15,00.
– U$ 15,00?! Mas e vocês conseguem sobreviver com isso?
– É… não né.
– E como faz, então?
– Ah, a gente tem que dar o nosso jeito.

Existem duas moedas em Cuba: o Peso Cubano (MN) e o Peso Convertible (CUC). Peso Cubano é a moeda utilizada pelos nacionais. Ou seja, o super salário recebido por um cubano é pago em MN. Portanto, tudo que é relacionado ao kit básico de sobrevivência do cubano possui seu preço em MN: o ônibus público, a padaria, o mercadinho onde o nativo faz seu rancho (existe um limite de itens por pessoa nestes locais, algo como uma cesta básica), a feirinha de bairro no domingo.  O hotel, o restaurante, o ônibus para turistas, muitas lojas de roupas e livros ou qualquer outra atividade destinada para o não cubano são pagos em CUC.

Parênteses 1: 1 CUC = U$ 1,20 = 24 MN.

Não, nada se pode pagar em dólar. Desde 2004 não se aceita a moeda americana nas empresas estatais. Portanto, em Cuba, onde 99% das empresas são do Fidel Estado (da loja de calçados à empresa de turismo), o dólar não entra. Para trocá-lo por CUC, as casas de cambio penalizam a moeda em 10%. Ou seja, se você troca U$ 100,00, você recebe o equivalente a U$ 90,00 em CUC. O Euro não sofre esta penalidade, já que Cuba tem seu grande problema diplomático  com o super vilão capitalista Estados Unidos da América.

Parênteses 2: Fica a dica, leve Euro quando visitar Cuba.

Vale dizer que sim, um cubano pode comprar o que quiser com o CUC que conseguir pelas ruas. Mas como faz um cubano para ganhar umas moedas extras e sair da dieta de pão com manteiga?

A resposta é simples: quem trabalha em empresas estatais direcionadas ao turismo ganha seu troco extra e consegue ascender socialmente para a gloriosa classe média. Fato curioso é que podemos encontrar pessoas graduadas em Engenharia, Direito e muitas outras carreiras trabalhando como bellman, barman ou garçom. Afinal, trabalhando com turismo (e recebendo suas gojetas) conseguem ganhar muito mais que se exercessem sua profissão. Trabalhar com artesanato e música também é altamente rentável em Cuba.

Parênteses 3: Neste mundo socialista profissões diferentes recebem valores diferentes. Policiais ganham mais que dentistas e médicos, por exemplo.

Outra alternativa para ganhar seu extra money esta no 1% dos negócios não estatais. Por exemplo, um cubano pode hospedar legalmente extrangeiros em um quarto de sua casa.  Ainda, pode fazer de sua casa um restaurante, chamado popularmente de paladar. Por fim, pode tranformar seu carro em táxi e carregar gringos de uma ponta a outra da cidade. Mas, claro, para possuir estes negócios privados, é necessário registrar-se no governo e pagar uma taxa absurda mensalmente (300 CUC para virar um semi-hotel, por exemplo). Ou você achou que Fidel iria deixar barato?

Como funciona economia Cuba
Um Táxi Mercedes em Cuba.

Parênteses 4: Os restaurantes populares são chamados de paladares porque na novela brasuca Vale Tudo existia um restaurante popular com o mesmo nome. Sim, os cubanos são apaixonados por nossas novelas. Atualmente, A Favorita está nas telinhas do país revolução.

Se você aluga sua casa ou seu carro para ganhar dinheiro, por quê não alugaria seu corpo? Ir a Cuba e ninguém te oferecer una chica é simplesmente impossível. Sério, eu não estou exagerando aqui, este país é o paraíso sexual de muito gringo. Prostituição é um tema é tão presente neste país que merece um post exclusivo.

Embora socialista, Cuba prova que sem o dinheiro injetado pelo turismo “capitalista” não consegue sobreviver. Ainda, o país precisou implementar muitas reformas “capitalistas” (como algumas práticas citadas acima) para manter seu regime atual, o que nos faz perguntar se realmente possui ideologia socialista ou se, nada mais, apropriou-se das empresas privadas e limitou a liberdade pública .

Parênteses 5: Se o socialismo cubano funcionasse, por quê a classe baixa neste país chega próximo aos 80%, superando os números do nosso problemático e capitalista Brasil?

É, o socialismo, que em uma primeira visão mostra-se inimigo mortal do capitalismo, revela-se em Cuba condicionado a este regime. Adam Smith deve estar rindo por último e Karl Marx se batendo em seus caixões. Antes que Fidel e seu socialismo encontrem também seu ataúde, visite Cuba e tire suas próprias conclusões.

Publicado por Tiago Pizzolo

Post relacionado:
Especial Cuba: o turismo sexual e a prostituição no país socialista

Anúncios

46 comentários sobre “Especial Cuba: Como funciona uma economia socialista?

  1. Ti, muitíssimo interessante!
    Fiquei com mta vontade de conhecer Cuba… mas é mto mto mto triste ver algo que na teoria seria tão lindo corrompido nas mãos do Governo.
    Viva a Anarquia! HAHAHAHA
    Mas mto bom msm o post.. fale mais sobre o país 🙂
    (De todos os lugares q vc foi até agora achei Cuba o mais interessante!)

    1. sabe, eu sou um capitalista convicto.
      o socialismo teórico é bonito, mas para mim, altamente utópico. o socialismo prático me pareceu pura violacao de direitos humanos e atraso. saúde e educacao sao boas em cuba, mas e a qualidade de vida (que depende de muitos outros fatores), como fica? falta remédios para doencas graves no país, por exemplo (como me disse o dono da casa onde ficamos).

      outro ponto é: e as mentem empreendedoras, como fazem neste regime? huehauha. pow, deixa o povo empreender e ter seu negócio!

  2. Muito bom!

    Nossa, conhecer Cuba nos dias finais (tá, talvez não necessariamente “dias”, mas “anos” certamente) do Socialismo deve ser animal! hahah

    E realmente, pelo pouco que li sobre o assunto (uma biografia do Che hehe), Cuba estava fadada ao fracasso desde a implantação do governo Fidel, depois da Revolução.

    Tenso :/
    hehe

    Excelente post!

  3. Nossa… Isso é tão inimaginável, né?
    É como a lê falou… Deve ser muito triste ver uma coisa que tem uma teoria perfeita, e que poderia ser um exemplo pro mundo, se transfomar em uma coisa tão… deprimente.

    Quero ver mais fotos, Tiiii!!

    Preciso falar que morro de saudades…?
    ahahahahha

  4. Texto ridículo e preconceituoso. É incrível como vocês todos são bitolados ao ponto de não conseguir aceitar algo que não seja o capitalismo

    1. velho, algumas coisas:

      “nao seja bitolado ao ponto de nao conseguir aceitar” uma opinião que não seja a sua. sim, acho que o sistema socialismo não funciona. afinal, o socialismo teve sua chance em cuba e aí provou que não é sustentável (você vê jornal? viu as últimas declarações de Fidel?). se estamos errados, argumente, somente dizer “ridículo e preconceituoso” fica feio pra você. ainda, acho que você não percebeu, mas o texto foi escrito para ser lido com bom-humor. de boa, não fala besteira não.

      um abraço.

  5. É só asneiras, burrices, desconhecimento, ou antes, ignorância.
    E do embargo ninguém fala?
    E para brasileiros serem altamente capitalistas! São todos ricos? Então e a pobreza aí, não conta?
    Cambada de asnos e cordeiros.

    1. Oi, Piedade! Em primeiro lugar, obrigada por deixar seu comentário! Você é portuguesa mesmo? 😀

      Posso não ter entendido bem o seu comentário, mas acredito que o Tiago escreveu o post com bom humor e sarcasmo. O nosso objetivo aqui não é ser moralista, muito menos no que diz respeito à política. Além disso, é só uma opinião, não precisamos perder a cabeça por causa disso. A questão da pobreza no Brasil é muito grave sim, mas é menos grave do que em Cuba. Aqui, temos uma desigualdade muito grande, mas, especialmente nos últimos anos, a população brasileira subiu de classe social. Enfim, desculpe se estou desconversando.

      Mas, novamente, obrigada pelo comentário, estamos sempre abertos à discussão. Seria muito interessante se vc pudesse compartilhar conosco suas experiências em Cuba e outoas países capitalistas emergentes. Quanto mais experiências, melhor! 🙂

  6. Oi, Tiago. Só acho que temos que tomar cuidado ao dizer algo parecido com a ideia de que o socialismo não deu certo, como se o capitalismo desse certo. De resto, parabéns por sua viagem a Cuba. É algo que eu quero fazer em breve, antes que o regime se degringole de vez. Grande abraço, meu caro!

    1. Valeu pelo comentário Pupo.
      Então, o fato de dizer algo parecido com a ideia de que o socialismo não deu certo não implica em dizer que o capitalismo sim esta dando 100% certo e que tudo vai bem, obrigado… embora sim, eu ache que funcione melhor que nosso socialismo. A realidade que vi em Cuba não me faz acreditar no Socialismo, mas quem sabe a culpa não seja do regime, mas sim da forma que seu comandante Fidel o manejou.
      Espero que consiga ir a Cuba logo e também tire suas conclusões… Abraçao!

  7. Li isso aqui e não vi ninguém falando nada do bloqueio americano… tb li: “Sou capitalista convicto… pq na teoria o socialismo func.” Eu posso dizer que sou anti-capitalista convicto, pq vivo em um país capitalista e vejo a desgraça que é…

  8. cara, cuba é o único país que é socialista em um mundão enorme, é óbvio que ele tem que se render ao capitalismo de vez em quando nao tem outra forma!

  9. Rapaz…as palavras “embargo” e “econômico” te dizem algo? Ah, legal, você é Capitalista Convicto? Então você é mais naquela linha de “Mercado Livre Total”, né? Coisa que não existe em país nenhum no mundo…ou melhor, existe em UM país no mundo: A super potência conhecida como Somália! Viva o Livre Mercado!

  10. O que voces queriam noticias de trafico ou de violencias de cuba.Acho eu que enquanto os Castros governar Cuba dificilmente teremos pessoas dormindo nas ruas de Cuba ou as cadeias lotada.O que pode ser melhor do que poder dormir.Em paz?

    1. Olá Silvia,
      Não é difícil escutar notícias de violência em Cuba não. Depois das 22h, assim como no Brasil, não se pode mais andar tranquilamente por qualquer lugar. Típico de países com alto índice de pobreza. O índice de prostituição no país é algo assustador também, vale ler algo sobre. Enfim, acredito que o socialismo trouxe mais tristezas do que alegrias ao país, mas fique à vontade para discordar. Abraços.

  11. Meu caro, acredito que o que vc viu em uma semana em uma pequena ilha do Caribe não seja muito diferente do que ocorre em outros países da América Latina e penso que seja fácil apontar essas contradições, principalmente, econômicas. Mas o que é incrível é que numa pesquisa da Unesco sobre a educação na América Latina, comparando todos os países, eu tive a curiosidade de ver e você também pode, Cuba obteve maior conceito em todos os quesitos. Todos. O desempenho de cubanos chega a ser melhor do que de Americanos. Se você pesquisar aqui no Brasil vai encontrar engenheiros, advogados que são motoristas de taxi, por exemplo, no Rio de Janeiro. Então, muito cuidado com observações superficiais e até engraçadas.O que tá pegando mesmo prá vc aqui é esse modelito de gravatinha e terno que tá muito defasado e suspeito. .heheheh

    1. Meu caro José,
      Primeiramente obrigado pelo comentário. É surpreendente como existem pessoas que gostam tanto de Cuba, que quando leem algo que questiona algumas medidas do país, sentem-se pessoalmente ofendidas, sentindo a necessidade inclusive de ofender aquele que não concorda com sua opinião.
      A publicação acima foi feita logo após uma viagem que fiz à Cuba. Realmente, não sou um estudioso do país ou busquei aprofundamento histórico para escrever o texto. Tudo foi baseado em experiências de uma pequena viagem, em que busquei conversar com vários locais para entender melhor tal realidade. Tentei fugir da superficialidade, trazendo dados que dificilmente temos acesso. Superficial, na verdade, foi seu comentário sobre a educação de Cuba, já que isto sim é senso comum. Quanto aos engenheiros-taxistas, caso eles tenham interesse em exercer a profissão, diga-lhes que o mercado brasileiro tem espaço para todos sim, e que precisamos deles para deixar nosso PIBinho de 2012 no passado.
      Enfim, uma visita a Cuba vai te mostrar mais tristezas do que alegrias oriundas deste socialismo, tenha esta certeza. Um abraço.

  12. Cuidado, gente, os U$ 15,00 não são para comprar coisas nos EUA; onde, naturalmente, não daria para comprar quase nada.

  13. realmente post muito ruim e parcial. Ser capitalista convicto e ir para Cuba e depois voltar e meter a boca no socialismo é bem fácil realmente, pois em nenhum momento li algo sobre o embargo ou sobre a educação e saúde cubana. Ah…e em Cuba não tem internet assim tãooo livre quanto a nossa, logo não tem tanta gente pseudointelectual falando tantas bobeiras por ai…

    Ah…e antes que me falem se conheço ou não, digo q conheço não só Cuba, como a Europa, berço desse capitalismo convicto, grande parte da América latina também…

    Vamos estudar para nao falar bobeira pessoal…

    1. Hugo, só esclarecendo que este não é um texto jornalístico. Logo, o objetivo foi justamente escrever sobre minhas impressões sobre o socialismo cubano, assim como minhas opiniões sobre tal regime. Ninguém quer ser parcial aqui, mas obrigado por seu comentário, Hugo.

      Abraços,

  14. Por que todo capitalista adora visitar países pobres e tirar sarro?
    Cuba é um pequeno país judiado pelo mais poderoso país capitalista do planeta, e mesmo assim, não se ajoelhou e nem ficou de quatro para os yankees como muitos outros…
    e vai continuar por mais anos ainda…
    Viva Che…
    Saludos de Cuba…

    1. Eu tbm não tiro os méritos de Cuba, da Revolução Cubana, e nem das intenções. Mas carece entendimento dos líderes, ou será que eles se “acomodaram”, assim? Afinal, pra eles está bom, né…

    2. porque você não vai morar em cuba? assim como todos os que defendem o socialismo? lá não é uma maravilha? porque todo cubano quer fugir do país? qual o lado positivo de viver sem liberdade de expressão e sem poder trabalhar no que gosta? aguardo respostas bando de irracionais.

  15. kkkkk (Marx se debatendo no túmulo. simmmm!!)
    Comunismo é ausência de economia monetária. Isso nem socialismo é. Muito bom texto. Legal, obrigada.

  16. Tiago, gostei das informações prestadas. Nós brasileiros deveríamos nos interessar por assuntos econômicos, principalmente de Cuba, já que nossos Presidentes tem tanta simpatia e vontade de investir lá, com nosso dinheiro. Quanto ao salario do povo cubano é um absurdo receber este valor para sobreviver. Deixo claro que não tenho nada contra o governo Cubano, todos deveriam se colocar no lugar daqueles que ali vivem, pois até que ponto o embargo americano, deixa um povo sem direitos de expressar suas opiniões, com medo de represarias do seu próprio governo. Onde está o direito da livre escolha de entrar e sair do seu país a hora que bem entende, ou como o tratado entre nosso país e o deles em não permitir dar asilo a quem pedir, “no caso da médica”. Eu como brasileira não gostaria de ser cubana. Mas como brasileira procuro informar o que nossos políticos, em sua maioria de corruptos, estão fazendo pelo nosso país. Trabalho escravo ainda temos, prostituição a céu aberto há o dia todo, cidades dos sertões que estão esquecidas… Cabe a cada um de nós brasileiros buscar informação para não sermos e nem deixarmos que nos façam de tolos..

  17. Não sou pró-socialismo mas senti-me incentivado a comentar em seu post.
    É um erro muito comum referirem-se ao socialismo de maneira errônea. Primeiro, o socialismo idealizado por Marx (quer funcione ou não) jamais foi implementado por ocasião alguma. O mais próximo disto foi com Stalin, resumindo de uma forma simples e rude, foi assassinado antes de conseguir implentar a ideologia marxista, Stalin por sua vez, desviou-se dos passos de Marx para implementaçao de um governo socialista (ou “anarquia do povo”).
    Inclusive, um dos passos para se chegar ao Marxismo de acordo com Marx seria a destituiçao do poder da burguesia ao derrubar suas instituições (o governo está incluso, visto que protege a burguesia ao invés do oprimido). Portanto, no socialismo, não existiria sequer governo, logo, Cuba pode ser qualquer coisa, exceto socialista. Se quiser aprofundar-se na questão, sugiro a leitura de Tudo que é sólido se desmancha no ar – M. Berman.

  18. Tiago Pizzoolo, parabéns pelo seu post.

    Não consegui enxergar de forma nenhuma nenhum preconceito teu, apenas sua visão simples e bem clara de uma ideologia fracassada, onde o topo da pirâmide, ou seja, Fidel fica rico e o resto fica na mendicância. E tem gente ainda por ser analfabeta, ou zumbi de faculdade federal com mentalidade de 100 anos atrás, e detalhe: nunca leu sequer um livro de Karl Marx; e nem sabe que este indivíduo era um ser totalmente racista.

    E outra coisa, foi você que viajou a Cuba e você mais do que ninguém tem uma visão muito melhor e todos temos que respeitar o que você percebeu por lá. Incrível a imbecilidade desse povo aí acima.

    Teve gente que disse nosso país é capitalista. Falta estudar muito ainda.

    Thiago, viva o livre mercado, a livre concorrência e a liberdade, e que os preguiçosos a favor do socialismo, paternalismo etc, aceitem as nossas convicções e nossa livre liberdade de expressão.

    Parabéns.

  19. porque vocês que defendem o socialismo não vão morar em cuba? lá não é uma maravilha? porque todo cubano quer fugir do país? qual o lado positivo de viver sem liberdade de expressão, liberdade de ir e vir (eles não tem dinheiro pra viajar) e sem poder trabalhar no que gosta? aguardo respostas bando de irracionais.

  20. Tiago.

    Poderia comentar um pouco mais sobre essa incongruencia do “educação e saúde” são bons mas…. Não consigo entender isso. Primeiro porque médicos, engenheiros, advogados que teoricamente seriam bons tendo em vista a educação de qualidade não exercem suas profissões e sim trabalham de qualquer coisa como você relatou no turismo por exemplo.

    Segundo; se a educação é tão boa porque que é que a qualidade de vida não melhora? Tendo em vista que um povo educado desenvolve as atividades com mais eficiencia, respeita mais os direitos, se alimenta e cuida da saúde melhor, ainda mais com uma saúde tão boa… Enfim, o país ao menos desse ponto de vista seria bom, não?

  21. Se gostam tanto de Cuba, então se mudem para lá. Por que tem tantos cubanos que querem sair de lá? Isso não dia alguma coisa? De que adianta poder estudar e não poder trabalhar naquilo que estudou? É óbvio que é um regime que não deu certo.

  22. Esse argumento falido de “se gostam tanto de Cuba por que não mudam pra lá?” já deu né. Gostamos de Cuba sim, gostamos do Brasil também e se eu quiser ficar indo e voltando entre um e o outro, eu faço. Agora, acho muito interessante uma análise dessa que desconsidere tantas coisas como o embargo, o real socialismo (que me perdoe Tiago, ou você leu muito pouco sobre, ou não entendeu mesmo). E claro que você é um capitalista convicto, pra você o capitalismo deu super certo, não é mesmo? Como a Luciana Genro respondeu ao Danilo Gentili nessa campanha, pra ele realmente deu certo, agora vá perguntar pra qualquer pessoa que mora em um assentamento sem terra, alguém que more nas periferias e seja abordado diariamente por uma polícia incombente que taxa as pessoas pelo cor da pele e você verá, meu caro, que o capitalismo é um sistema falido. E ah, você disse para alguém ali ler no jornal as notícias sobre Cuba. Perdão Tiago, mas acho que você é mais inteligente do que isso. Acho que você conhece uma coisinha chamada manipulação, que é o ponto forte dos EUA, como o grande representante do capitalismo e da sua forma de pensar. Enfim, apenas acho que você expôs sua opinião sem o embasamento necessário. Eu, como boa marxista, também tenho vários críticos ao regime de Cuba, mas todas elas só foram colocadas por mim antes de um prévio estudo (alias, 4 anos para ser mais exata…) Enfim, de qualquer forma parabéns pelo texto.

  23. A RÚSSIA E EUROPA DO LESTE SÃO A TUMBA DO SOCIALISMO! CUBA O MAIS MISERÁVEL PAÍS DAS AMÉRICAS! NO “CAPITALISMO” AMERICANO, O SALÁRIO MÍNIMO É DE 2000 MIL DÓLARES E NO MISERÁVEL FAVELÃO SOCIALISTA CUBA É DE 17 DÓLARES AO MÊS!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s