10 motivos para pichacear Costa Rica

Hoje completo 6 meses de Costa Rica. Poderia vir aqui e escrever um post todo cheio de saudades, muchas gracias e belas palavras, mas NÃO! Chega de dizer que tá tudo bem, é hora de reclamar deste lugar! Segue a lista de reclamaçõs: 10 motivos para pichacear Costa Rica.

K.O.

1. Cadê o cesto de lixo?
Sem tem algo que me deixa meio p*** aqui é a falta de cesto de lixo altos na frente das casas. Aqui o caminhão de lixo passa duas vezes por semana. Na noite anterior ou no mesmo dia da coleta, cedo, a galera faz montinhos de sacolas com suas porcarias pelas ruas… no chão! Dai antes de chegar o lixeiro, bingo!, chega o cachorro. Resultado: ruas cagadas de basura e hediondas. Uma simples e alta lixeira resolveria isso fácil.

2. Cadê o nome das ruas?
Eu já falei, vou repetir, traga seu mapa e sua bússola para Costa Rica e esqueça tentar enviar cartas. Motivo simples, as ruas não têm nome. Por espanto, tem gente que é contra nomeá-las, afirmam que sua maneira de dar direções faz parte de sua cultura. Enquanto isso, continuo morando a 200m leste e 50m sul do Mall Outlet.

3. Cadê a campainha?
Tem uma guela boa? Sorte sua, porque aqui você vai precisar. A grande parte dos edifícios (que não passam de três andares) não tem interfone. Mas veja o lado positivo: não conheço o vizinho de baixo mas já sei que se chama Pedro.

4. Cadê a pedra pra meter na cabeça do apurador de ônibus
“San Pedro, San Pedro, Ulatina, UCR, ya nos vamos, suban, suban, Mall San Pedro, apúrate, rapidito, todavia hay campo… ”. Aqui na Costa Rica existe uma profissão chamada *oder com a paciência do passageiro. Antes de você entrar no ônibus, existe um louco gritando localidades no ouvido de todo mundo e quase te empurrando para dentro da lata velha. Voz estridente e faltar um dente são pré-requisitos para preencher a vaga. Ah, mentir que ainda sobram lugares também.

5. Cadê os sabores de Miojo?
Nissin Instantâneo pode virar fácil o melhor amigo de alguém que mora sozinho e não foi abençoado com a habilidade rara de cozinhar. Bem, no Brasil sim, mas talvez não aqui na Costa Rica. Afinal, uma coisa é você ter a sua disposição 500 sabores para escolher, mesmo que metade deles pareçam a mesma coisa (Galinha, Galinha Caipira, Frango Cremoso, Galinha com Vegetais, Frango Caipira Cremoso com Vegetais, etc). Outra coisa é você ter três sabores, Carne, Galinha e o nunca compraria, mas a situação me obrigou Camarão. Sem opções, qualquer um enjoa deste nasci para salvar teu jantar fácil.

6. Cadê a cerveja sem gelo?
Aham, aqui seu pedido de cerveja vem acompanhado com um copo de gelo. Até aí tudo bem, vai de cada um mesclar sua birra com pedras d’água. Mas… esse costume faz com que a cerveja nunca esteja gelada nos bares.

7. Cadê o tempo sem chuva?
Esqueça Primavera-Verão, Outono-Inverno. Na Costa Rica Pura Vida você tem duas estações: seca e chuvosa. Na estação seca, tá tudo tuanis (de boa, em tico). Agora, começou a temporada de chuva, cagou com a vida: esqueça ir para praia, esqueça ir visitar vulcão, esqueça ir para o trabalho caminhando e esqueça encontrar ônibus vazio. Compre suas galochas e bem-vindo ao período de chuvas que dura 6 meses.

8. Cadê as boas propagandas locais?
Digamos que a grande parte dos anúncios produzidos na Costa Rica são toscas (em qualquer dos sentidos). As boas decentes propagandas que encontramos por aqui costumam ser destinadas a toda América Central e produzidas em outro país.

9. Cadê a pontualidade e rapidez?
Não, o termo Tico Time não é o nome de um jornalzinho qualquer por aqui. Esta é a expressão que a galera usa para descrever a mania tica (costarricense) de marcar uma reunião às 19h e chegar às 21h. Somente aqui o Fast Food não é fast, o trabalho não começa as 8h em ponto e os jogos de futebol das 21h começam as 21h15 (ok, talvez aqui eu tenha inventado). Mas fica a dica: antes de marcar qualquer coisa, pergunte se o horário é ou não a la tica.

10. Cadê o gerente deste banco?
Chama o gerente porque eu quero reclamar: por que não posso usar o celular dentro do banco? Por que eu não posso acompanhar outra pessoa no caixa (somente uma pessoa pode ser atendida por vez)? Se tudo isso é para prezar a segurança, por que os bancos não possuem porta com detectores de metais? Enfim…

Como diz uma expressão popular muito sem graça, tirando o que tá ruim tá tudo bem. Saudades, muchas gracias e belas palavras para você.

Publicado por Tiago Pizzolo

Posts relacionados:
Mamãe, eu quero!
Onde tem fumaça, tem fogo
Eleições presidenciais na Costa Rica
Hoje faço um mês de Costa Rica
Uma semana em Guanacaste
Salsa, cumbia, rumba ou merengue?
Traga seu mapa e sua bússola!
Cheguei!
Hasta luego, Brasil!
Não goste de estabilidade

Anúncios

3 comentários sobre “10 motivos para pichacear Costa Rica

  1. velho, essa história de as ruas não terem nome é INACEITÁVEL!!! uahauhauhauau parece o tempo do tarzan!!! é inexplicável isso… uhauahauha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s