The Hurt Locker (Guerra ao Terror)

O Oscar recém acabou e o grande protagonista foi este: The Hurt Locker. Um filme que apareceu primeiro nas locadoras que nos cinemas em muitos países (como Brasil e Costa Rica). Um filme que só ganhou seu lugar nas telonas depois de suas nove nominações ao grande prêmio da Academia Americana.

Guerra ao Terror coloca nas telonas a história de um esquadrão anti-bomba atuante no Iraque. Na verdade, foca-se em três soldados: o disciplinado JT Sanborn (Anthony Mackie), o inseguro Owen Eldridge (Brian Geraghty) e o inconsequente William James (Jeremy Renner), injustamentes descritos aqui com um só adjetivo. Este batalhão tem a missão clara de desativar bombas, logo, o que mais esperaríamos assistir?

Exatamente, é isso que vemos durante os 131 minutos de filme: muitas bombas, ações vagarosas, movimentos cautelosos e alta tensão. O dirigido por Katheryn Bigelow tem a clara intensão de retratar a real vivência em campo (existe vivência não real?) destes soldados. Isso significa assistir um desarmamento de bombas bem sucedido, mas também uma cansada troca de balas entre atiradores de elite. Isso significa assistir a paralisia diante o medo, mas também a insanidade diante o perigo. Roupas especiais e câmeras-robô também fazem parte desta trama, mas definitivamente agitação não. Digamos que não é nem apropriado agitar-se muito quando se trabalha com artefatos que podem explodir em qualquer movimento brusco. Particularmente, eu não mexeria mais que meus pulmões.

Mesmo os diálogos são escassos no filme (é, eu também não conversaria muito). Para manter a epinefrina em altos teores em nossa corrente sanguínea, o silêncio prevalece. Em momentos de alta tensão, nem mesmo a platéia produz seu barulho típico de triturador de pipocas. Todos contribuem com a ausência de sonidos e mantêm o foco nos zooms eslow motions muito bem colocados da ex senhora Cameron.

Gostando ou não de filmes de farda, veja como a visão de uma mulher sobre a Guerra do Iraque consegue traduzir uma realidade tão cheia de testosterona. Talvez não tão merecido melhor filme, mas sim, merecido melhor direção.

Publicado por Tiago Pizzolo

Posts relacionados
OSCAR

Anúncios

26 comentários sobre “The Hurt Locker (Guerra ao Terror)

  1. Posso confessar uma coisa q já tinha confessado no twitter tbm, mas acho válido dizer aqui. Achei super digno que Guerra ao Terror ganhou o Oscar. Quer dizer foram 6. Isso me deixou feliz, foi um sinal de que a arte ainda é valorizada, não desmerecendo Avatar claro. Avatar foi um filme grandioso, com um enredo interessante e polêmico, porém foi uma coisa bem comercial eu achei que Avatar iria levar todos. ^^’

    1. eu também curti demais, karine!
      concordo que edicao, audio e direcao estavam muito fodas (a terra/ferrugem saltando do carro durante uma explosao é absurda), só tenho minhas dúvidas se realmente foi o melhor filme do ano…
      e avatar pode ficar feliz com seus 3 premios relacionados ao visual do filme. confesso que achei que iria levar melhor filme, até pra dividir as duas estatuetas principais entre os dois grandes filmes da noite.

  2. Grande figurante não né Ti, mais pra protagonista da noite…

    Não quero nem ver o mal humor das meninas por causa do resultado do Oscar…

    1. real, real dan! escrevi as 2h da madruga e me passou despercebido… arrumei para nao causar estranhamento.

      e real tbm, mas eu sim, gostaria de ver o MAU humor (minha vez dan, haha) das meninas. mas a le já deve estar sorrindo a toa só pela bullock… haha

  3. Agora sendo séria e buscando manter o bom senso. Ti, entendo sua visão.
    E acredito que se olharmos que a Bigelow fez com dificuldade, é considerável. Apesar disso, ainda acho que James Cameron merecia mais a direção. Por quê? Porque se Avatar é o fenômeno que é, é graças a ele. Ele fez tudo. Ele possibilitou Avatar… e eu acho que tem grandes créditos por isso.
    Além do que, concorriam ali o novato que fez Preciosa (e que parece ter feito um excelente trabalho) e o Tarantino, que fez, provavelmente, o melhor filme da sua carreira. Portanto, não sei, mas não acho justa a entrega.

    Quer saber?
    Sandra Bullock! hahahahaha

    1. Eu gosto bastante de filmes reais, sabe? Tipo, nao reias de “baseados em história real”, mas filmes que nao sao filmados com muito panos azuis e mega pós-producao. Aconteceu, filmou, fechou. Nao sei, me parece que assim o crédito do diretor é maior, sabe?
      Filmar na Jordania e Kuweit é mais desafiador que filmar em estúdio. Ainda, filmar cena externa (Guerra ao Terror praticamente é só isso) é muito mais foda também…

      Mas ok, eu gosto de Avatar… até pensei em ver de novo um dia. heuhaua.
      Preciosa também é muito bom, mas acho que era mais fácil ganhar edicao do que direcao ai.
      E Bastardos… infelizmente nao vi ainda.

  4. Mais uma coisa…

    Sejamos sinceros: se a crítica não tivesse feito todo esse bafafá por conta de Guerra ao Terror, todo mundo seria mais crítico com o filme. Mas como ganhou e como existe o povo anti-Na’vi, tem horas que eu acho que Hurt Locker está sendo supervalorizado. E é sério isso que estou dizendo. Ou se não fosse, poderíamos esperar que o filme tivesse passado no cinema no Brasil. Ou, no mínimo, teria conseguido se pagar nos EUA.

    1. ainda bem que existe a crítica entao, para nao deixar este filme ir para as prateleiras sem uma passagem nas telonas. tardou, ok, mas passou.
      entendo teu ponto le, o filme temvários aspectos que dá pra cair o pau mesmo. um filme que dá sono merece ganhar melhor filme, por exemplo? mas acho que todos os “problemas” do filme condizem com a realidade dos brothers lá,entao nao me incomodam, nao os vejo com maus olhos. huehauhauha.

      1. hahahaha
        eu entendo!
        q bom q tem a crítica.. pq n pode ser tão ruim se ganhou, certo?!
        Mas se não tivesse ganhado e algm ‘comum’ fosse vê-lo, sabe o q diria? Nossa, tosco. Parece documentário, dormi metade do filme.

        Exagero, mas é pra mostrar meu ponto.
        Agora, todo mundo paga pau.

  5. Então, Ti, eu gostei do seu post, apesar de não ter gostado do filme! ahuahauhauaha
    Todo mundo sabe que a Academia tem seus caprichos né… e claro, nunca nenhum filme de ficção científica levou um Oscar de Melhor Filme.

    Vejamos porque eu não gostei de Hurt Locker. Bom, primeiro pq já fui assistir tendo ouvido todo aquele falatório né… tipo, NOSSA, VAMOS VER ENTÃO O QUE É QUE ESSA P**** TEM!

    O filme me cansou. Retrata o dia-a-dia de um esquadrão anti-bomba no Iraque. E todos os dias deles são iguais, desarmando bombas. Não achei pouco um adjetivo p/ descrever os soldados, não há um aprofundamento psicológico deles. O que há é uma tentativa de nos sensibilizar com algumas falas e a boa atuação de Jeremy Renner, a única atuação que realmente merece destaque.

    Sendo assim, o filme não tem início, meio, nem fim. Só o tempo demorando pra passar. Não tem enredo, só um tema. Não tem clímax… pq há um pouquinho de tensão em cada cena que eles estão perto de uma bomba. Sabe o que é pior ainda? É uma historinha de soldados americanos salvando a vida dos iraquianos… aí eu digo, SERIOUSLY?

    Sim, a diretora tem muitos méritos por fazer esse filme com o orçamento que tinha. Mas é só. Só não, é até muito. Melhor filme de 2009? Não preciso nem citar Avatar, mas e Bastardos Inglórios? E Preciosa? O que sinceramente acho? Caprichos da Academia. Porque Hurt Locker não é um filme comercial. É o filme de menor bilheteria do mundo a ganhar um Oscar de Melhor Filme! Shame on you, Hollywood!

    1. Nao sei, é que eu vejo o filme como sendo o retrato-retrato da rotina dos brothers lá. Desativar bombas, desativar bombas e desativar bombas… isso cansa eles e cansa a gente também, haha. Nao é uma historia cheia de nuances, mas estar em guerra é essa chatice mesmo, huahauhau. Fazer o que… O roteiro é original, e a maneira de abordar o tema também. Curti.

      1. Exatamente, cansa a gente tb! as cenas podem estar em qq ordem que não faz a menor diferença. Ganhou roteiro original, velho! É um pecado, sério.

        O Tarantino deve ter se sentido um pouco humilhado por perder tantos prêmios pra Guerra ao Terror. Pq se fosse p/ Avatar, pelo menos ele teria perdido pro filme que revolucionou a indústria do Cinema.

  6. Seria meio que hipocrisia da academia ignorar o fato de Avatar meio que ter salvado a industria lançando o filme em 3D e ter uma linguagem mais moderna? Apesar de gostar de filmes mais “realistas” (qse a mesma opinião q o Tiago ^^) eu tinha na minha mente que Avatar iria levar o de melhor filme. Mas enfim, O Cameron pode não ter levado todas e Avatar só não foi campeão lá no teatro da Kodak em Los Angeles, porque fora dele detonou tudo, bilheteria, critica, efeitos etc. Acho tudo isso muito tenso, é dificil falar quem está certo ou errado, quem deveria ganhar ou não pq no final é tudo questão de opinião e gosto. NÃO É?
    Então vamos todos comemorar a unica vitoria que todos gostaram unanimamente(eu acho). SANDRA BULLOCK MASTER DIVONA! q foi receber o frambuesa de ouro na noite anterior e levou uma copia do filme para todos e ainda o roteiro para discutirem a relação! HUAHAUHAUHA acheeeeei DIGNIISSIIIMOOO!

    1. Foi beeeeeem legal e merecido o oscar da Sandra! A menina que fez Preciosa provavelmente merecia muito, mas essa seria talvez a única chance da Sandra Bullock levar o oscar! Ela nunca faz filmes assim, não sei quando ela terá outra chance assim. Foi merecido e foi muito emocionante o discurso dela… aliás, tava pensando aqui os pontos altos desse Oscar: o discurso da Mo’Nique (que alfinetou Hurt Locker), o discurso de apresentação de Oprah (foi lindíssimo, a menina chorou e tudo), o discurso da Sandra Bullock, lógico (a parte emocionante e tb ela zoando a Meryl Streep) eeeeeeee o Ben Stiller vestido de Na’vi! uahauhauah Euri muito! hahahahaha E o ponto #fail foi o Tom Hanks anunciando o ganhador de melhor filme… DO NADA! uhauahuaauhhuau

      1. Velho, como a presidenta dos EUA falou ontem, a Preciosa estava concorrendo em uma categoria ao lado de Merryl Streep! O que mais ela queria em sua estréia? Levar ia ser muita pretensao, heuhauhau.

        E que foi o anúncio de melhor filme? Tom Hanks cagou com o fim do Oscar. huahuahuahua

      2. É claro, ela já tava muito, muuuito feliz com a indicação! Aliás, Preciosa foi um filme que surpreendeu muito… o roteirista ganhou o oscar de melhor roteiro com seu PRIMEIRO trabalho… auhauhauah foda demais.

      3. gosteeei, Ti! A montagem chama a atenção, né? Gostei… a edição quebra, de maneira impressionante, o peso dramático do filme… surreal, mas acredito que era bem essa a intenção… são os sonhos da Precious..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s