Twitter, o mais querido

Resumindo, o Twitter é um “mini-blog”. Você só pode postar 140 caracteres por vez. E ele, Twitter, é atualmente o queridinho da internet. E é, portanto, a ferramenta do momento para marketing e divulgação. Analisando, percebemos que é mesmo forte em promover alguma coisa. Vide os trending topics (tópicos com as palavras mais twittadas no momento) e a luta dos usuários em tentar colocar algo lá – como a árdua batalha para ‘zoar’ nossos hermanos mundialmente, com o #ChupaArgentina logo após o jogo do dia 06/09, Argentina 0 x 3 Brasil (batalha que contou até com o apoio twitteriano de Ashton Kutcher!).

Embora já tenhamos ‘fakes’ e perfis sem qualquer objetivo ou proveito, é uma febre. Pessoalmente, o maior benefício – discutível, entretanto – que eu vejo no twitter é a aproximação entre ídolos e fãs. Seguir um artista que você admira (se esse artista gosta de twittar…) pode mostrar aos “meros mortais” que os famosos também são pessoas comuns, como tanto insistem em afirmar.

Fora isso, o twitter está sendo usado ‘profissionalmente’. Famosos são pagos para twittar isso ou aquilo, ou mesmo por grandes lojas. Tais como Americanas (@americanascom), Submarino (@novo_submarino) e Saraiva (@saraivaonline) seguem causando no Twitter. E entre as diversas ações promocionais que já circularam por lá, uma das mais interessantes pra mim é a que está sendo feita pela Saraiva. Diariamente eles dão dicas sobre produtos (livros, filmes, CDs) disponíveis no site e o internauta deve encontrar esse produto específico no site da Saraiva. Ao encontrá-lo, ele terá um “código” que deve ser twittado para o perfil da livraria. Prêmios como Home Theaters, DVDs e outros são dados à primeira pessoa que encontrar o produto.

Dessa forma, conquistam um grande número de seguidores e aproveitam para passar o resto do dia anunciando produtos e preços. Acredito que sejam produtos selecionados, visto que o público que acompanha com maior frequência é essencialmente jovem. Eu mesma morri de vontade de comprar as 4 primeiras temporadas de House em um Box, com direito à camiseta de brinde, por R$ 199,00 divididos em várias vezes. Bom, não comprei, mas comigo a estratégia deles funcionou. E acredito que enquanto investirem em ações assim, funciona. É, além de tudo, divertido. Quase um quiz online, uma caça ao tesouro.

Pensando em tudo isso, cheguei à conclusão de que perfis de empresas e lojas, promovem praticamente comerciais online. A grande diferença é que as pessoas não seguem por assistir a um programa, mas por uma promoção. A programação normal (séries, filmes, novelas, jornais, programas de auditório) é trocada por promoções; o espectador-internauta ganha literalmente algo com isso. Não escolhem um canal, escolhem um twitter. E isso não se afasta de um aspecto importante da internet, o de se fazer várias coisas ao mesmo tempo. Seguem-se vários twitters ao mesmo tempo. As empresas (emissoras, lojas) oferecem algo ao público (seja diversão, sejam prêmios), e nos intervalos, vendem algo.

Acho que se continuar assim, vai chegar um ponto em que será necessário um perfil para se comunicar com seus amigos (teoricamente o que o twitter deveria fazer) e um outro apenas para seguir  perfis comerciais. Até lá, dá pra ir brincando na Saraiva, seguindo o Luciano Huck (e sua adorável esposa – eles são os melhores, haha), e ainda comentar como foi o seu dia.

Amanhã tem mais sobre Twitter. Menos divagações, mais fatos (e também mais inutilidades).

Até lá, twittemos um pouco mais.

Ah, eu só não poderia deixar passar… falando sobre  internet, Argentina e futebol, todo mundo viu os hackers brasileiros que invadiram o site da Federação Argentina de futebol essa semana? É a AFA (Associação de Futebol Argentina), a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) deles. Tiraram a página oficial do ar e colocaram uma foto do Maradona em um fundo preto. Uma foto bem especial. Acho que nunca achei tão útil aquela antiga propaganda do Guaraná Antarctica haha.

Maradona, do Brasil
Maradona, do Brasil - “Uma imagem vale mais do que mil palavras"

Não sei se essa frase já havia sido tão bem utilizada. 😛

 

Publicado porLê Scalia

Anúncios

2 comentários sobre “Twitter, o mais querido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s